Receba as novidades por e-mail!
Home | Sobre | Livros | Autores | Notícias | Conselho Editorial | Contato
Cirandeiros da Praça XV
Autor(a): Edson José de Senne
ISBN: 978-85-63853-21
Lançamento: 22/02/2013
Formato: 26x16 cm
226 paginas
Preço: R$25,00

O escritor Edson Senne, em parceria com a Editora Coruja, lança "Cirandeiros da Praça XV", que retrata poeticamente uma importante parte da história do movimento cultural de Ribeirão Preto

Escrito por Edson Senne, incansável batalhador pela evolução do ensino e aprendizado da literatura em Ribeirão Preto, o livro "Cirandeiros da Praça XV", da Editora Coruja, saiu depois de uma provocação de Antonio Bivar, autor conhecido internacionalmente, para retratar a efervescência cultural da cidade que tinha a Praça XV como o seu principal ponto de encontro, e tendo o próprio Bivar como um dos seus realizadores.
 
Senne, que nasceu em Itirapuã (SP) e viveu sua infância na roça entre Franca e Ribeirão Corrente, chegou a Ribeirão Preto no início dos anos 60 e se "alumbrou com os encantos da praça, com suas luzes e seus amores, emaranhando-se no turbilhão dos acontecimentos". Agora, o autor nos revela parte desta história.
 
Hoje, parece impossível imaginar que a atual Praça XV reuniu, na década de 60, estudantes, intelectuais, boêmios e artistas de diferentes linguagens em torno de uma grande amizade e que formou boa parte do movimento cultural de Ribeirão Preto.
 
Naquele momento, Ribeirão já demonstrava o ávido interesse pela cultura e pela mudança do contexto histórico para a formação de uma cidade mais humana e igualitária. Unidos, estes grandes amigos/artistas vivenciaram histórias, mostraram sua arte e compartilharam sonhos.
 
"A memória poética é tão formidável que inventa o que foi real. De repente, a realidade volta transfigurada no que deveria ter sido e nos revela a essência daquilo que foi", conta o renomado escritor Júlio Chiavenato, na introdução do livro.
 
“Cirandeiros da Praça XV” alinha episódios vividos por personalidades importantes da história cultural de Ribeirão Preto que já se foram, como Leopoldo Lima e Tânio Cintra e outros que vivem para contar a história como Paulo Camargo, Waldomiro Sant'Anna, o próprio autor e o também lendário escritor Antônio Bivar.
 
Edson, como bom cirandeiro que foi, traz nesta tecelagem textos com viés poético acompanhados de fotos de obras de arte que eram expostas no “Varal”, um verdadeiro ateliê a céu aberto destes artistas que já buscam aproximar a arte do contexto social urbano.
 
Mais que escrever biografias, a obra nos transporta para uma atmosfera poética do passado da cidade, reconhecendo o valor de cada figura atuante e representando uma bela homenagem a todas elas.
 
O projeto foi encorajado pelo dramaturgo Antônio Bivar, cirandeiro ilustre que hoje se dedica a uma carreira artística internacional.

“O autor foi poeticamente fiel aos amigos e soube embelezar a tristeza com a grata nostalgia de ter sido parte daquela viagem”, revela o escritor e crítico Júlio Chiavenato, também ligado à turma.

Outros livros desta categoria:

A Capistrana dos Destinos
De: Roberto Enríquez
Um Tributo a Woody Allen
De: ROBERTO ENRIQUE GLARNER
A Maior das Viagens - A saga de Fernão de Magalhães
De: Aloísio de Almeida Prado
A saga de Odilla Mestriner
De: Antonio Mestriner
O azul do tempo é um cavalo louco
De: Marcos Vinícius Marcelini
20 Ficções sobre o Amor & Ribeirão Preto
De: 20 Autores
Notícias Poéticas
De: Eliane Ratier
Catedral Metropolitana de São Sebastião
De: Rosana Zaidan
João Marchesi - História de um Imigrante
De: Dona Ida Pizzolli Marchesi
A Rainha do Agronegócio
De: Geraldo Hasse
Notícias da Matilha
De: Luiz Augusto Michelazzo
Ribeirão Preto - Memória Fotográfica
De: Carmen Cagno
Um espelho de 100 anos
De: Geraldo Hasse
Carlitos - O mito através da imagem
De: Carmen Cagno
Filhos do Fogo - Memória Industrial de Sertãozinho
De: Geraldo Hasse
Maurilio Biagi - O semeador do sertão
De: Geraldo Hasse
www.editoracoruja.com.br ® Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Contato
Desenvolvido por